Visitas On-line

Bem-vindos

Seja bem-vindo ao mais novo blog de sexo da Cidade de Parauapebas-Pará e Fortaleza-CE. Conteúdo diversificado que atende a diversos gostos. Tudo muito prazeroso.

Os conteúdos multimídia disponíveis no Homens & Segredos são disponibilizados livremente na Internet ou cedidos pelos nossos punheteiros, pelo que, não temos qualquer responsabilidade sobre eles. No caso de algum dos elementos ter sido colocado indevidamente, envia-nos o teu pedido e a respectiva justificação para efetuarmos a sua remoção.

Amigos

domingo

Cabeludo metendo a rola grossa na xaninha da garota

Chupando a vagina e metendo a rola na moça

Policiais fazendo sexo na cadeia

Se agora pouco postamos um vídeo onde os detentos transam na cela, dessa vez quem quis transar foras os policiais da cadeia. Confira no vídeo abaixo:

Foda na cadeia

Foda na cadeia

Parceiro- Humberto Santos Bach


Humberto Santos Bach  e-mail: 

humbherto19@live.com








VitorGaucho


Vitor Gaucho se masturbando com uma vagina artificial.



Dois machos maduros

Dois machos maduros transam no sofá.

Dois machos maduros

Dois machos maduros transam no sofá.

Prolongue seu prazer usando um Anel peniano


Conheça as vantagens de usar um anel peniano durante a transa e surpreenda sua parceira.
Excitantes Masculinos
Agora que você já experimentou usar vibradores para esquentar o clima na cama, que tal conhecer um outro brinquedinho erótico é capaz de potencializar seu prazer e o de sua parceira? O anel peniano foi desenvolvido a fim de manter a ereção por mais tempo, prolongando o ato sexual e colaborando para retardar a ejaculação.

Na maioria das vezes, os anéis penianos são feitos de silicone e possuem um microvibrador embutido. "Alguns modelos possuem extensões para a estimulação do clitóris, do ânus ou para a dupla estimulação. Existem os com minipênis, que permitem a dupla penetração, e ainda modelos com microvibrador clitorial", esclarece Iara Ribeiro, supervisora do sex-shop Meu Prazer.

Ela também afirma que a melhor maneira de escolher o seu é priorizando suas vontades e prazeres. Ou seja, vale tudo, desde que os envolvidos consigam sentir sensações novas e intensas provocadas pela presença do brinquedo na cama. "Para os mais ousados, vale experimentar todos", reforça.

Até a masturbação fica mais gostosa com um anel peniano: "ele deve ser colocado na base do pênis já ereto, bem junto ao corpo. O ideal é que envolva-se o pênis e o escroto, permitindo que o sangue se mantenha no pênis. A prática da masturbação será mais prazerosa, além de contribuir para o controle da ejaculação e o autoconhecimento do próprio corpo", diz Iara.

E os anéis com extensões ou microvibros são os ideais para o uso a dois. "Para o maior aproveitamento de um anel com extensão, não vale só a penetração, esses extensores precisam alcançar a área a ser estimulada e, para isso, é necessário uma penetração profunda, um 'rebolation' a mais. O simples movimento de vai e vem não irá estimular sua parceira", ensina a consultora.

Abaixo assista videos onde se fala dos vários tipos e benefícios dos anéis penianos:



quinta-feira

Punheta grupal



E ai punheteiros da Cidade de Parauapebas-Pará, afim de participar de uma sessão de punheta grupal?


Para participar do encontro, basta entrar em contato conosco deixando seu e-mail em alguns dos nossos posts.  Aceitamos homens maiores de idade, corpo legal e que curte uma sacanagem entre homens sem preconceitos, apenas em prol do prazer em grupo.

Antes de solicitar o convite, leia atentamente as regras do encontro:

O QUE NÃO É PERMITIDO:

- Menores de idade;
- Sexo oral e anal e relações homo-afetivas, tais como beijos;
- Artigos ponográficos homossexuais.
- Drogas;
- Tirar fotos ou filmar o encontro.

O QUE É PERMITIDO:

- Mão amiga;
- Levar artigos pornográficos heterossexuais, assim como dvds, fotos e revistas;
- Bebidas alcoólicas;
- Muita punheta e zoação.


Venha participar, estamos aguardando sua presença!

3 PAUZUDOS METENDO SEM CAMISINHa

terça-feira

Chupei meu amigo hetero


Ola amigos meu nome é Gilson irei começar falando um pouco de mim, tenho entre 36 anos , moreno claro, olhos castanhos, 1,70m, 83 kg, trabalho .O que irei contar aconteceu no dia 14 de março de 2013(ficará na lembrança, com certeza). Tudo aconteceu na casa de praia de um de meus amigos Chegamos a tarde, logo após o almoço, desfizemos as malas e fomos relaxar da viagem. E com o mesmo ritmo da conversa, começamos a beber. Tinha de tudo um pouco e apenas sei que já no meio da tarde estávamos totalmente bêbados. Depois de muito bebermos apenas lembro de um de meus amigos me acordando por volta das 23:00 da noite. Tomei um banho e comi alguma coisa para ver se cortava o efeito do álcool. Até este momento já haviam preparados dois colchões no chão para que eu e mais um amigo (Jean) pudéssemos passar a noite. O resto da galera estavam em outros quartos, ficando somente eu e o Jean ali. Como a noite estava extremamente quente, fiquei logo apenas de bermuda e sem lençol, o Jean estava de blusa e bermuda. Ainda bem abatido por causa da bebida, apenas deitei e logo cai no sono. No meio da noite, acordei com vontade de ir ao banheiro, quando voltei vi Jean ali deitado de barriga para cima em lençol, dormia feito uma criança (ahm, ele tem apenas 18 aninhos pele branca, até que é bonitinho, e é hétero). Quando passei com os olhos pelo seu corpo, percebi o quão ele ficava sexy ali parado dormindo, também não deu pra deixar de reparar aquele volume que fazia em sua bermuda. Depois disso não consegui mais dormir, fiquei em êxtase, ou em transe se assim posso dizer.
Voltei para onde eu dormia e fiquei admirando tal espetáculo do meu lado, aquilo que deixava extremamente confuso e exitado "Não posso me sentir assim, ele é meu amigo. Esquece isso e tenta dormir" pensava eu. No meio da madruga, aquele menino do meu lado ... me deixou louco... E como havia a luz da lua, dava pra ver quase tudo. o que dava ainda mais um ar de mistério. Sabem que de noite nosso membro fica duro né...? Então, dava a impressão de ser bem dotado e quando ficava de barriga para cima, dava pra ver o quanto imenso era aquele pacote. Assim foi a noite quase não dormi... ficava admirando e olhando, imaginando aquilo. Em certo momento ele estava de barriga para cima, com as mão sobre a barriga dele. E eu estava de barriga pra baixo com o meu braço direito levemente em direção ao corpo dele... foi ai que do nada, me vi simplesmente com as mão sobre a bermuda do Jean, apertando cada centímetro daquele pênis imenso. Me pergunto se Jean estava acordado? não sei. A cada minuto que passava eu fui cada vez mais apertando cada centímetro, hora com a mão aberta... hora com a mão fechada. E quando subia com a mão, ia até o limite da bermuda onde dava pra sentir o começo da cueca box de Jean. E alguns cabelinhos que ele tem do umbigo pra baixo. A oportunidade estava lançada, e Jean ainda não havia se mexido e nem reclamado de nada. Sem pudor nenhum, fui colocando dedo a dedo por dentro da box. Foi quando percebi que todos os dedos estavam pra dentro da box, procurei o pelinhos deles (e não eram muitos) e logo cheguei ao pote de ouro, e nossa como aquilo estava duro, enorme e pedindo para ser tocada e masturbado. Não pensei... com quase metade do braço pra dentro da box, apertei aquele membro majestoso, e com movimentos lentos comecei a bater uma. Fiquei ali batendo uma majestosa punheta para o Jean,será que Jean sabia do que estava acontecendo?, e após alguns minutos percebi que a cabeça do pênis dele estava apontando para fora da box.
Mas era somente a cabeça, imensa, gloriosa, deliciosa. Sem explicação nenhuma, como estava somente com o braço esticado o molestando, me aproximei da cabeça do pênis dele, que apontada fora da box, e coloquei a boca. Jean continuava de barriga para cima. A primeira colocada na boca, foi estranha, pois tinha vestígios de gozo, aquele que o homem sempre tem quando se excita, tava pré molhadinho pra mim. Quando percebi o que era, engoli todinho, não deixei nada ser desperdiçado. E continuei com a boca só naquela cabeça enorme e salgadinha. Que delicia! Como estava difícil manter na boca aquela cabeça, devido a posição do pênis. Comecei a passar minha linha naquela cabeça deliciosa. Passava, passava e desligava cada centímetro de gostosura que ali me estava disponível. De repente, como estava numa posição não muito agradável, parei e voltei o meu rosto para o colchão. Pois pra mim a brincadeirinha já havia acabado ali, foi bom enquanto durou. Mas antes que eu pudesse me aconchegar no colchão, voltar a dormir e conviver com aquilo pelo resto de minha vida, ouço uma voz baixinha e delicada dizendo "Deu vontade vai, Gilson , era Jean, em meio a penumbra daquela noite, iluminada somente pela luz do luar. AI pensei. O que isso significava, isso não era para estar acontecendo. Jamais imaginei algo do gênero acontecendo.

Na mesma hora eu sabia o que Jean queria, mas não sabia se era certo, que faço? Prezo o respeito por ele, ou agarro a oportunidade que será única. Não pensei, coloquei novamente a minha mão sobre a bermuda dele, ainda lembro que tinham dois botões, os soltei um a um para não fazer barulho. Deixei a mostra a box, estava fácil. Era só botar pra dentro, "Vai Gilson" pensava eu. E fui, abaixei a box, colocando a tona aquele mastro. Apenas via a sombra daquilo que eu poderia experimentar somente uma vez na vida. Meti a boca! Senti a sobra da excitação de Jean, colocava cada centímetro, não queria desperdiçar aquilo tudo. Não importava se era enorme, ou se eu ia me sentir mal. Coloquei tudo de primeira, fui até embaixo próximo as bolas. A boca estava meio seca, mas consegui umedecer bem o pênis dele. Fui descendo e subindo, quando descia ia até o final. Já que era pra ser a única oportunidade da minha vida e/ou provavelmente a ultima vez que Jean colocaria o lindo pênis dele na boca de um outro cara, foi um trabalho digno de "Quero mais".
Em certo momento comecei a passar os lábios nas laterais, da cabeça até as bolas, sentia cada veia e artéria daquele mastro. Sempre fazendo lateral e por ultimo metia toda a boca. Aquele cheiro de macho que deixava louco, e chupei aquele pênis como se fosse o ultimo de minha vida. Logo apos, ouvi um barulho de fora. Me assuntei e exitei daquele desfrute proibido. Apenas puxei a box sobre aquela maravilha, e voltei pro meu lado do colchão e dormi. E foi isso que aconteceu até então... No outro dia pela manhã, durante o café o Jean não falou nada. Creio que se eu perguntasse ele falaria que estava bêbado demais para lembrar, o que acho difícil. E se ele me perguntasse algo, também diria a mesma coisa. Sei aquilo foi um experiência incrível e única, já que se tratando que um amigo ainda por cima hétero, pegador e comedor da mulherada. Ainda sinto o cheiro de macho que o majestoso pênis dele inalava aquela noite.

O gostoso e famoso 69

Nada melhor que um bom 69. Onde a atenção é mútua, os prazeres se multiplicam por mais que dois. 


Às vezes parece que o mundo gay se dividem entre “ativos e passivos”, entre quem dá e quem recebe. Existe ato sexual mais docemente igualitário que o bom e velho sessenta-e-nove?


O que os franceses soixante-neuf é uma aventura clássica pelo mundo do prazer mútuo. Aplicado ao sexo entre homens, são dois caras chupando simultaneamente o equipamento um do outro.

Você pode mostrar ao parceiro o que você gosta fazendo primeiro com ele, e vice-versa, á medida em que a ação vai se dirigindo ao orgasmo. É um exercício de prazer mútuo: dois homens lado a lado em circuito de sexo. E se a boca começar a passear pelas zonas erógenas próximas, ou se as mãos resolverem brincar por baixo ou por trás do corpo do outro, eles podem de repente se descobrir em um jogo sexy de siga-o-mestre.

Mesmo assim, o equilíbrio do clássico sessenta-e-nove pode ser mais gostoso para uns que para outros. Chupadores dedicados poder preferir não ser distraídos no seu “trabalho” altruísta. “Eu sou “passivo” total,” diz um passivo total, “então quando faço 69 prefiro deitar de barriga pra cima e que o outro meta tudo pela minha garganta. É ótimo sentir a boca dele em mim, claro, mas sinto falta da sensação de submissão.”

O 69 é melhor se os dois têm a mesma prática em fazer sexo oral, porque todo o estímulo que rola pode desconcentrar os menos especialistas. Vale as dicas de sempre: relaxe e não esqueça de respirar. E cuidado com os dentes, a menos que queira uma mordida em troca. Mas um bom sessenta-e-nove é quase tão simples quanto... Masturbação mutua. Tem ate uma vantagem anatômica: como muitos membros são curvos para cima, o soixant-neuf permite um encaixe conveniente dentro da garganta.

O Sexo oral mútuo, pode até ser bom demais, com tanto estímulo acelerando a chagada à reta final. “Eu sempre gozo rápido quando me chupam. “diz um adepto, “então quando estamos fazendo um 69 tenho que me controlar pra não chegar lá muito cedo.” Pequenos inconvenientes á parte, os prazeres da posição são imensos,. E podem participar mais do que dois. Quando três ou mais homens se juntam em uma deliciosa cadeia oral, o que se perde de feedback direto é compensado pelo clima de festa.

Confira algumas "Dicas" para tirar o máximo de prazer da posição:

Vamos supor que as alturas sejam as corretas e que você esteja por cima. Coloque um travesseiro por baixo das nádegas dele, e faça com que ele dobre os joelhos para aproximar o pênis de você. Coloque um outro travesseiro ou rolo debaixo do pescoço dele para apoiar a cabeça e trazê-la para o lugar desejado. Você pode sentar no peito dele por alguns momentos, os joelhos dobrados na lateral do corpo do moço, enquanto se inclina e faz um bom boquete. Sugira que ele massageie suas costas e nádegas, já que ele vai estar olhando para elas de qualquer forma.

Ele provavelmente vai ser criativo o suficiente para imaginar o que mais pode fazer por você usando as mãos. Agora, você vai estar abordando sua masculinidade ereta pelo lado oposto. Este ângulo pode ser bom ou ruim, dependendo do equipamento do rapaz e de onde ele gosta de ser lambido. Se o pênis dele tiver uma ligeira curvatura, você pode deixar um pouco mais entrar dentro de sua boca, o que é bom. Você ainda deve manter uma mão na base do pau para mantê-lo na posição de sentido.

Esta é uma posição geralmente boa porque permite uma penetração mais profunda, um bom grau de controle e é mais conforto para você. Por outro lado, além de precisar de uma língua longa é ágil, a desvantagem é que ele não pode observar a ação. Esqueça esta posição se ele for muito alto ou tiver um pau minúsculo.



Conclusão

Embora qualquer forma de bom sexo seja marcado pela atenção aos sentimentos e sinais não-verbais dados pelo parceiro, o 69 depende especialmente de saber ler a linguagem do outro. Afinal, é difícil falar com a boca cheia.

OBS: o 69 pode e deve ser praticado por homem-mulher, mulher-mulher e claro, por homem-homem, como foi explicado aqui.


Fonte: Ogima

sábado

Gregg and TJ fucking

Orgasmo Prostático


Quando alguns sexólogos na televisão e na internet declaram que o sexo anal é mais prazeroso no homem do que na mulher , eles não se baseiam só em dados estatísticos, mas sim em dados teóricos da anatomia humana. Como assim?

Primeiramente a região anal tanto do homem como da mulher é rico em terminações nervosas que ao serem estimuladas dão sensação de prazer.

Mas o que difere é na hora da penetração pois o homem recebe uma estimulação na próstata que da a ele sensações de intenso prazer. Onde somadas a masturbação na hora em que ele é penetrado o orgasmo que ele terá será superior ao da ejaculação, ou seja, um orgasmo duplo.

E se o boy ativo for #cabeçudo, a bee passiva terá tanto prazer que ficará #louka de quisuque. Para relembrar sobre este assunto em que #paugrosso, da mais prazer clique aqui.

Para não se ater em detalhes científicos para explicar o tema ,achei um vídeo no youtube que explica muito bem a questão e numa linguagem mais popular : 

Pênis Grosso

Quem está no inicio da prática do sexo anal sendo o passivo, na maioria das vezes tem medo em fazer com algum boy de pênis grosso ou conhecido como "cabeçudo".

Pois pela lógica sentiria muita dor ao ser penetrado, mas isso é mentira. Eu já tinha escutado comentários de amigos meus passivos e bem experientes que "Dar " para pau grosso era ótimo e o prazer que sentia era maior do que com os finos ou aqueles que são da largura do aro da camisinha (padrão?!). 

O homem "cabeçudo" tem dificuldade em colocar a camisinha, ele demora mais um tempinho do que os de tamanho dito "padrão" ou os "caneta bic" (#Coragem)

Sabendo desses relatos , fui a procura na internet e constatei que era verdade e que tinha respaldo até científico. De acordo com a pesquisa o que causa mais desconforto na penetração anal não é a grossura e sim o tamanho do pênis. Daqueles que chegam até sentir a entrada do seu estômago (#ALOKA), com mais de 19 cm.
O "pau" grosso ele consegue massagear e pressionar com melhor resultado a região anatômica da próstata, fazendo com que o passivo tenha um orgasmo mais intenso. Já com o "pau" grande ele só ficará pressionando a parede do intestino (do reto) e com isso causará dor intensa que para muitos é associado como prazer . (Fonte Internet)

É lógico que dor sentirá a não ser que você esteja dopado ou anestesiado com xylocaina. Numa relação anal a dor sempre existirá mais ela deverá ser suportável.

Lembrando: bastante lubrificação sempre!{KY, K-med..etc). Apesar que muita bee "dar a seco" (#Corajosas). E se você estiver muito nervoso e tenso , não entrará nem o dedo do boy (#risada Paola Bracho kk )

Eaê, pronto para dar para um boy cabeçudo? Boa sorte!


Para quem nunca pegou um boy de "mala volumosa", veja os links abaixo:



Amigos decidem se xupar e se masturbar

Punheta Grupal

Convidamos nossos leitores para participar de um grupo de punheta na cidade de Parauapebas-Pará.
Interessados entre em contato conosco. Aceitamos homens maiores de idade, corpo legal e que curte uma sacanagem entre homens sem preconceitos, apenas em prol do prazer em grupo.

Se você preenche esses requisitos, venha participar.


Adriano Morais pra G Magazine

Gogo boy brasileiro ensina como colocar a camisinha


Gogo boy ensina como colocar a camisinha em vídeo quente!


Anteriormente fizemos um post onde aparece o ator porno gay François Sagat de pau duro pra por camisinha em campanha polêmica contra a erradicação de Aids/DST. Enquanto isso, no Brasil acontece algo semelhante.

Pois nós fomos surpreendidos por um leitor muito bem informado, que nos alertou que essa não era uma campanha inovadora. Muito pelo contrário! Era uma “cópia” de um vídeo feito aqui no Brasil. Há seis anos atrás!

A iniciativa foi do todo poderoso site Disponivel.com e a ONG Estruturação - Grupo de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT) de Brasília, que lançaram em fevereiro de 2007 a campanha "Meta na sua cabeça: prevenção e tesão devem andar juntos".

Abaixo assista ao vide o feito pelo gogo boy Adriano Morais protagonizando a capanha de combate a Aids/DST:   


Bom, informação dada, o Blog Homens & Segredos acaba de publicar o vídeo protagonizado pelo belo gogo boy Adriano Moraes, que já posou peladão na G Magazine. Para ver ovideo, basta clicar aqui.

E para quem não viu o post sobre a campanha do astro porno mundial Sagat, deixo o link, basta clicar aqui.

Petter Fill e Pedro Andreas fode na lage

Hetero Braileiro sendo mamado

Dominic


SOLO: ISSO QUE É UMA GOZADA!


É pra isso que eu tenho este blog.
Pra compartilhar com vocês cenas maravilhosas como este macho gozando muito e longe...
É pra vcs sentirem o mesmo tesão que eu tenho de ver um macho gostoso como este gozando, ainda mais quando você goza junto só de ver...
Muito tesão!


MILAN E LÉO - TROCA TROCA BAREBACK

ANTONIO DE BIAGGI E NEGRO BEM DOTADO - DUPLA PENETRAÇÃO BAREBACK


ANTONIO DE BIAGGI E NEGRO BEM DOTADO - DUPLA PENETRAÇÃO BAREBACK



Antonio Biaggi & Juan Steel BB Bottoms

GP-Magno Moreno x Dogão

Conheça a pagina de videos desse GP no XVideos, basta clicar aqui.

quinta-feira

Farris Caristeas, Yummi Cosmin & Nemeth Hammar

Os fortões Farris Caristeas, Yummi Cosmin & Nemeth Hammar  curtem uma gostosa punheta em grupo.


Felipe22cm - Punheta e Porra

Homem Batendo Punheta

Um homem começa bater uma punheta e depois mede o pau e mostra quanto cms mede, um pau de 17 cm ele não goza , mais vale a pena é gostoso o pau e o dono .

Miguel e Rodrigo

Adriano Para o Mix Brasil

Quem não curte uma mão amiga na hora de uma punheta?

Mão Amiga
Quem não curte uma mão amiga na hora de uma punheta?! 








O que é bater p u n h e t a?


O que é bater p u n h e t a?

Ouvi meus colegas comentando e me disseram que eu coisa de bobeira. Ai fiquei curiosa por que só muito boberento!!!

Que que é isso?
Masturbação masculina

P.u.n.h.e.t.a, ela nasce com a gente. É uma coisa básica, instintiva, que começa a se manifestar na primeira infância, quando a gente descobre que pegar no p.i.n.t.o provoca uma sensação muito boa.
A repressão à p.u.n.h.e.t.a começa na mesma época. Mamãe acha uma gracinha o pintinho duro do neném, mas trata logo de distrair a criança com outra coisa. Cresce o menino, cresce o p.a.u e o entendimento de que aquela coisa gostosa é proibida. O jeito é fazer escondido no banheiro ou em baixo das cobertas na hora de dormir.
Por volta dos 10, 11 anos, o primeiro gozo, a descoberta do paraíso. E não acaba nunca mais. Gente saudável, de cabeça boa, bate p.u.n.h.e.t.a até morrer.
Os gênios batem p.u.n.h.e.t.a. As p.u.t.a.s batem. a p.u.n.h.e.t.a bate p.u.n.h.e.t.a.
Até algumas espécies de cachorros fazem.
Já dizia um filósofo p.u.n.h.e.t.e.i.r.o : “E que jogue a primeira pedra aquele que nunca se masturbou!”
A prática diária da p.u.n.h.e.t.a reduz o stress, revigora o coração e prolonga a vida; alivia a tensão; ajuda a dormir; exercita os músculos pélvicos; melhora a circulação cardiovascular; aumenta a autoestima e a autoconfiança.



Aqui vão alguns nomes,ou gírias que a masturbação recebe em cada região do Brasil:

Onanismo
Bater Bolo
Bater um 5 contra 1
Descascar banana
Bater uma Bronha
Fazer um sexo
Descabelar o palhaço
"Malhar"
Trabalhar o coro
Crescer o anão
Sexo solitário
Espancar o macaco
Dar as cartas
Fazer o palhaço chorar
Empinar pipa
Estrangular o sabiá
Debulhar a espiga
Alizar o golfinho
Jogar dado
Autossuficiência sexual
Depenar o ganso
Fazer justiça com as próprias mãos
Ensaboar a paçoquinha
Bater uma Jeba
Soltar Capuxeta
Cinco macaquinhos descascando a bananinha
Bater uma gloriosa
descascar guavirova
Jogar dadinho
Remar com uma mão só
Dar milho para as galinhas
Fazer uma homenagem
Chegar em casa, fazer amor lavar a mão e ir dormir
Bater uma bronha
produzir leite, "longa vida"
Descontrair
Malhar o punho
Bater gonga
Pelar o sábia

domingo

Autofelação


auto-felação é a prática de sexo oral por um homem em si mesmo.

A pratica da auto-felação, requer grande flexibilidade, um pênis de proporções acima da média também pode ajudar na prática. Nenhuma orientação sexual em especial está relacionada, podendo ser vista como uma forma alternativa de masturbação.


APRESENTAÇÃO
Um dos assuntos da sexualidade que tem sido maior tabu através dos tempos, a auto-felação costumeiramente é confundida com a homossexualidade ou o egocentrismo, e muitas vezes é vista como uma atividade "marginal" ou "imoral". Mas no presente artigo, vamos "desmistificar" algumas destas falsas idéias, e falar abertamente sobre porque, como, quem, quando e para quê utiliza a auto-felação. Ao final do artigo, iremos contrapor algumas verdades e mentiras, visando afastar qualquer idéia errônea ou preconceituosa sobre o tema.

DEFINIÇÃO
Chama-se de "auto-felação" ou "auto-felatio" todo tipo de prática de sexo oral em si mesmo, ou seja, no qual o homem ou a mulher se utiliza da boca para estimular o próprio genital. Existem diferentes formas e variações de auto-felação, de acordo com as possibilidades e vontades do praticante, e não necessariamente esta prática resulta em ejaculação ou orgasmo. Devido às suas especificidades, existem diferentes maneiras de definir a auto-felação: como um tipo de masturbação, uma modalidade do sexo oral, ou "uma forma mista de atividade sexual". Ainda que seja bem mais comum na juventude, a auto-felação é também praticada por alguns homens e mulheres na vida adulta, sendo às vezes utilizada como preliminar em uma relação a dois, como complemento, ou conjugada com outras práticas sexuais.

MENTIRAS
Algumas falsas "crenças" caracterizam a auto-felação como prática exclusivamente homossexual, no entanto ela tem sido sempre utilizada por muitos heterossexuais, e não resulta necessariamente em um abandono das atividades sexuais com parceiros do sexo oposto. Um estudo feito nos EUA e na Europa apontou que 80% dos homens heterossexuais já experimentou ou desejou se utilizar da auto-felação; o mesmo estudo obteve o resultado de 78% entre os bissexuais e 77% entre homossexuais. Com as mulheres o resultado foi o seguinte: 68% das heterossexuais; 57% das bissexuais e 40% das homossexuais.
Na mesma pesquisa foi verificado que dos homens hetero que praticaram auto-felação, nenhum demonstrou desinteresse pela relação a dois. Com as mulheres, apenas 2% das praticantes demonstraram desinteresse pelos relacionamentos sexuais com parceiros.

VANTAGENS
Como explica o urologista Jim A. Smith, "a auto-felação é uma forma saudável de obtenção de prazer, assim como a masturbação, a 'masturbação a dois' e também o 'troca-troca'. Estas atividades costumam ser muito benéficas para a vida sexual, principalmente para o homem. Isso porque o homem dificilmente irá se abster do sexo em função de alguma prática solitária, enquanto que algumas mulheres, pelas dificuldades de obter prazer com seus parceiros, às vezes optam por se abter do sexo a dois. Mas na maioria dos casos, as práticas solitárias trazem grandes benefícios para os casais. No caso da auto-felação o grande ganho é ao mesmo tempo exercitar oralidade e 'genitalidade', com a possibilidade de permitir-se diferentes sensações e maior facilidade de criar intervalos durante todo o processo. Os homens que praticam esse 'exercício' geralmente fortalecem um auto-controle saudável, porque a auto-felação oferece um melhor conhecimento dos limites e possibilidades do seu organismo, com maiores opções de prolongamento do prazer e diferenças de intensidade do orgasmo, o que acaba servindo de auxilío na vida a dois. A auto-felação é uma das melhores formas de o homem chegar a um auto-conhecimento de suas possibilidades sexuais e do controle sobre a ejaculação, podendo oferecer muito mais prazer à sua parceira, e é também uma forma de a mulher exercitar sua sexualidade, desde que não abstenha-se das relações a dois, e utilize seus novos conhecimentos como elementos para o prazer com o parceiro."
Segundo o relato de pacientes homens em consultórios de psicoterapia, a auto-felação tem promovido também a diminuição da ansiedade durante o ato sexual e aumento na auto-estima. Os médicos identificam ainda que a auto-felação pode ser recomendável para alguns casos de pacientes que tenham dificuldade de manter a ereção.
Segundo o psicólogo Willian Atkins "o mais importante nessa prática é a possibilidade de utilizar diferentes formas de obter prazer, perceber sua sensibilidade maior para uma ou outra forma, e assim poder sugerir ao seu par sexual que o faça, quando nas preliminares do ato sexual. De uma maneira geral, toda prática solitária pode servir como ingrediente ou estimulante para uma boa relação sexual, desde que seus praticantes não tenham vergonha de relatar ao par sobre sua prática ou sobre quais suas preferências para a obtenção de prazer."

VERDADES
Um das "crenças" verdadeiras é a de que nem todos os homens e mulheres são capazes de praticar a auto-felação, já que este seria um "exercício" muito difícil para o indivíduo comum. Os homens que se utilizam deste tipo de prazer, de uma forma geral, têm que possuir uma grande flexibilidade. O mesmo precisa ser com as mulheres, já que nem todas são capazes de flexionar-se o suficiente para uma atividade que exige uma forte curvatura da coluna.
Ao serem abordados sobre o assunto, cinco especialistas em educação física, de forma unânime, recomendaram que uma "performance" como esta requer muito cuidado e uma preparação rigorosa. Como explica o professor Jonah Hilton, "é necessária uma inclinação muito acentuada da coluna, o que pode causar desde desconforto muscular até a fratura de alguma vértebra; daí que uma pessoa que tenha interesse nesta prática, necessitaria antes um preparo físico especializado, com muitas aulas de alongamento, ou ginástica contendo um exercício onde a pessoa mantém as pernas esticadas e leva os joelhos até a testa, fazendo várias seções dessas e também outros exercícios diários para fortalecer a musculatura ao redor da coluna."
Antigos estudos de Kinsey apontaram que apenas 3 em cada mil homens conseguiam se utilizar da auto-felação, sendo que mais de 900 costumavam fazer várias tentativas frustradas. Segundo o psicólogo Vincent Prone Jr., este panorama não mudou tanto nos dias de hoje. "No consultório é muito mais comum o relato de homens com interesse na prática do que as mulheres. Homens das mais diversas faixas etárias tem interesse na auto-felação por diferentes motivos, como: curiosidade, tentativa de melhorar o controle sobre a ejaculação e vontade de aumentar as possibilidades de prazer. No entanto, poucos são os que possuem 'elasticidade' para a prática, e os que não conseguem costumam relatar várias tentativas. Uma pesquisa feita entre os meus pacientes apontou que 98% dos homens demonstravam interesse pela prática, mas que somente 1% conseguia concretizá-la. Destes, a maioria afirmou ter o pênis muito longo, e que por isso teoricamente teriam maior facilidade para se utilizar da auto-felação, ainda que alguns dos que afirmaram ter pênis pequenos também tenham alcançado êxito nessa prática. De fato, um pênis com proporções acima da média ajuda na prática, mas também uma coluna flexível, e a flexibilidade pode ser adquirida, por exemplo, com exercícios da yoga ou alguns tipos de musculação. De qualquer forma, é bom lembrar que as pessoas precisam ter muito cuidado, e não devem ultrapassar seus limites. Já ouvi relatos de homens que faleceram com pescoço quebrado, devido à ansiedade em praticar a auto-felação."

ORALIDADE
Por ser um "exercício oral", a auto-felação pode auxiliar a oralidade do homem e da mulher a tornar-se mais seletiva e minuciosa, fazendo com que ao mesmo tempo se experimente e atue nas várias diferenciações e intensidades do próprio prazer. No caso do homem, ao utilizar-se desse conhecimento, pode oferecer melhores sensações ao seu par sexual, ajudando em muito às dificuldades de obter prazer que as mulheres costumam relatar nos consultórios de psicologia. O psicólgo Richard Livingstone explica que "os homens que praticam 'auto-felatio' podem ter maior facilidade para criar variações agradáveis durante um beijo, e dessa forma proporcionar uma maior sensibilização da parceira para o ato sexual. Além disso, é comum que outras preliminares tornem-se mais criativas e prazerosas para ambos. Muitas vezes o homem perde a inibição em praticar o sexo oral na mulher, e dessa forma às vezes oferece um prazer tão intenso e prolongado quanto oferecia a si mesmo durante o 'auto-fetatio'. O mesmo ocorre também com algumas mulheres que praticam o 'auto-felatio' e depois sentem-se mais à vontade para praticar sexo oral no parceiro, criando diferenças de velocidade, e podendo prolongar em muito essa atividade, intensificando o prazer de ambos. Não é incomum os pacientes relatarem que tentam se utilizar de sua experiência solitária para atuar melhor com seu par, ainda que os genitais e o tipo de prazer possam ser diferentes, mas a prática faz com que se conheçam melhor e aprendam novas formas de oferecer e sentir prazer. Os homens relatam que o auto-felatio serve para estimulá-los a experimentar preliminares diferenciadas, vencer inibições ou para prolongar a relação de forma mais satisfatória".
Entre os psicólogos que atendem casais em sessões separadas, é muito comum ouvir o relato de um prazer mais intenso durante o ato sexual. O terapeuta Alexandre Dimas conta que "homem e mulher atendidos separadamente relatam o mesmo tipo de melhoria na vida sexual que ocorre após a auto-felação masculina. Esse resultado positivo para ambos é em função de o homem praticar consigo mesmo, e, dessa forma, ter uma maior facilidade para utilizar o sexo oral na parceira, além de poder exercitar o controle da ejaculação frente a estimulos mais diferenciados. Algumas mulheres relatam uma melhoria não só na qualidade do sexo oral mas também nas carícias e no tempo de prolongamento de todas essas fases. Já a auto-felação feminina costuma ajudar a mulher a ficar menos ansiosa quando recebe o sexo oral por parte do parceiro, preparando-a melhor para se beneficiar desse tipo de prazer."

HISTÓRICO
A auto-felação está longe de ser uma prática recente na história da humanidade. Ao estudar mais profundamente o assunto, historiadores têm observado várias referências a ela, descrita como uma "arte" no antigo Egito. A arqueologia fez descobertas de hieróglifos e também antigas pinturas que retratam homens se utilizando da auto-felação, o que era visto na época como prática divina e recomendada. Segundo o acadêmico americano David Lorton, descobriu-se que muitos textos religiosos da mitologia egípcia apresentam a prática da auto felação mencionada e considerada como sagrada. Nos escritos encontra-se também a referência de que Ra, deus do Sol, teria criado o deuses Shu e Tefnut, após ter "chupado" a si mesmo e expelido seu sêmen no solo. Os historiadores explicam que muitos rituais de auto-felação foram realizados no Egito, e que aparentemente serviam para honrar o nascimento dos deuses Shu e Tefnut.
No entanto, enquanto a auto-felação era considerada parte normal e sagrada da vida egípcia há mais de 4 mil anos, a informação sobre a prática na atualidade tem sido amplamente reprimida devido ao seu caráter "ousado" para os "padrões culturais" contemporâneos. E devido à repressão vitoriana, muitas das pinturas que retratavam o ato da auto-felação foram deliberadamente destruídas e adjetivadas como "demoníacas", idéias estas que propagaram-se tornando esta prática um tabu dentro do imaginário coletivo atual.

VERDADES E MENTIRAS
Para finalizar este artigo, aqui estão algumas afirmações "inverídicas" sobre a auto-felação, que foram coletadas de depoimentos feitos por pacientes durante psicoterapias. Para complementar, incluímos as devidas explicações que se contrapõem a cada uma dessas afirmativas.

  • Auto-felação vicia: Nunca foi registrado nenhum caso de "vício" ou "dependência" de um homem ou de uma mulher em relação a auto-felação. Pelo contrário, os que praticam a auto-felação costumam se sentir mais dispostos e aptos à prática sexual a dois e geralmente com menos ansiedade em relação a esta.
  • Homem "de verdade" não faz isto: Se o homem for "de verdade", seja hetero ou homossexual, é muito provável que já tenha demonstrado algum interesse por essa prática. A última pesquisa mundial sobre o assunto apontou que entre a população global 89% dos homens já utilizou ou desejou se utilizar da auto-felação. E não há nenhum indício de "mudança" de orientação sexual causado por essa atividade.
  • Somente egocêntricos e narcisistas gostam de praticá-la: Cerca de 90% de todos os praticantes de auto-felação tem bom relacionamento inter-pessoal, ou seja, costumam ser altamente sociáveis, compartilham com facilidade e tem relacionamentos de muita doação com seu par sexual.
  • A auto-felação é uma prática puramente solitária: Como diz o próprio nome, a "auto-felação" é uma prática da pessoa em si mesma, daí uma atividade basicamente solitária, no entanto nem sempre ela ocorre desta forma. Tem crescido o número de casais hétero e homossexuais interessados em observar a auto-felação do parceiro, às vezes até utilizando-a como incremento a mais durante uma sessão de carícias preliminares. Além disso, de uma forma geral, tem aumentado muito o interesse das mulheres em observar os parceiros em atos "solitários".
  • Só os loucos praticam isso: As pessoas sãs permitem-se ter mais prazer e aprendem a oferecer prazer ao parceiro sexual. E uma das formas de alcançar estes objetivos é através da auto-felação.
  • Auto-felação não existe: Tanto existe que é praticada, em diversas idades e em diferentes meios sociais.
  • Só os homens com pênis grande podem praticar: Não necessariamente. Como já dito aqui, a yoga, a ginástica e a musculação ajudam os homens a ter flexibilidade suficiente para esta prática, podendo ajudar os que tem pênis menores a também conseguir praticá-la, ainda que necessitem ter cuidado para não forçar demais a coluna.
  • Auto-felação é imoral: A auto-felação não tem nada de imoral, pois não fere nehuma das regras de convivência social e respeito mútuo.
  • A auto-felação nunca será socialmente aceita: A cada dia tem aumentado a quantidade de interessados na auto-felação, e são criados novos grupos especializados na prática. Alguns dos novos livros sobre educação sexual já integram a "auto-felação" como "categoria de masturbação". Ainda que pouco divulgado, nos Estados Unidos os sites dedicados a práticas "não-convencionais" como a auto-felação têm uma visitação diária bem expressiva, de pessoas de diferentes faixas etárias.


É verdade, no entanto, que a auto-felação continua sendo um dos maiores, senão o maior, dos tabus, e quando atrelado à sexualidade do homem há muitas pessoas que a confundem com a homossexualidade, e a proíbem, julgando que não se trate de uma prática masculina. Estas pessoas não sabem que a auto-felação é de fato um "exercício" geralmente benéfico, e que nada tem a ver com a orientação sexual. Mas é importante que a sociedade de forma geral venha demonstrando evoluir e comece a perceber essa realidade, fazendo com que a auto-felação seja vista cada vez mais como uma prática natural e saudável, e que ocorra de forma cada vez mais livre e sem receios por parte de quem a utiliza.

Abaixo assistam alguns videos de homens que conseguem praticar auto-felação:


CONSIDERAÇÕES FINAIS
Apesar de ser um assunto ainda pouco abordado no meio científico, em relação a outros temas, podemos perceber diversas vantagens para a saúde e o bem estar que a auto-felação propicia, assim como outras práticas solitárias, que costumeiramente são mal vistas e condenadas por pessoas menos informadas. Esperamos ter auxiliado a muitos homens e mulheres que por temor ou vergonha não conseguem sequer comentar sobre esse tema com as pessoas mais próximas. Acima de tudo, é importante lembrar que todo tipo de prazer é válido, desde que não prejudique a um outro ser humano, e desde que a pessoa praticante respeite a si própria.

sábado

Victor Manzini

Piercings genital Masculino

O piercing nos genitais, tanto para o homem quanto para a mulher, com certeza têm grande valia sexual. As sensações e emoções sexuais que esse tipo de piercing pode causar são inúmeras, mas é preciso estar ciente de que são indispensáveis os cuidados constantes durante a fase de cicatrização. Há quem pense que é uma dor insuportável ter um piercing genital, pelo contrário, é mais uma sensação de incômodo, que deve desaparecer quando o piercing estiver totalmente cicatrizado.
Alguns quesitos como: a dimensão, a forma, a qualidade da jóia e a posição em que é colocada, são fundamentais para esse tipo de piercing.
É imprescindível que o piercer (proficional que aplica o piercing) tenha ótimas noções de anatomia da parte a ser furada e uma correta abordagem psicológica.

Piercing’s Genitais Masculinos:
  • Prince Albert;
  • Frenum;
  • Dydos;
  • Foreskin;
  • Padraya;
  • Ampallang;
  • Hafada;

O piercing  está cada dia mais popular e tanto homens como mulheres procuram diversos modelos para colocar e ficarem diferentes. Hoje trouxemos algumas informações e fotos sobre piercing masculino e temos certeza que vocês vão gostar.
Existem os lugares mais comuns que os homens escolhem para colocar os piercings como a língua, orelha, boca, mamilos, septo nasal e lugares bem inusitados como no meio dos dedos e região genital.

Piercings Masculinos

Frenun: pele que fica abaixo da cabeça do pênis, onde é introduzido uma argola. Cicatrização de 1 a 2 semanas.


Ampallang: é onde é introduzida uma jóia na cabeça do pênis de ponta a ponta, é colocado um halteres. Cicatrização de 2 a 3 semanas.


Príncipe Albert: é a perfuração mais usada, é colocado uma argola entre a uretra e a cabeça do pênis, é o que da maior prazer a mulher. Cicatrização de 2 a 3 semanas.


Hafada : em qualquer área do escroto pode-se colocar um piercing, é só ver se não há veias e tecidos estranhos para a perfuração. Cicatrização de 1 a 2 semanas.



Guiche: é o piercing que da mais prazer ao homem, é colocado na base do saco atrás perto do anus. Dizem que ele melhora a ereção e pode prolongar o orgasmo. Cicatrização de 1 a 2 semanas.



Depois de colocado o piercing genital segue os mesmos cuidados que um piercing normal, a higienização do local deve ser triplicada, O absorvente interno deve ser evitado também. E camisinha sempre em todo ato. A perfuração na área é uma porta aberta para infecções e doenças sexualmente transmissíveis como HIV, hepatite, sífilis, herpes entre outras.